Brasil adota dose única da vacina por recomendação da OMS
07/04/2017 - 10h23 em Notícia

 

 A partir de agora, o Brasil passa a adotar uma única dose de vacina contra a febre amarela nas áreas onde a vacinação é recomendada. A medida foi anunciada pelo Ministério da Saúde com base na orientação da Organização Mundial da Saúde, conforme detalha o ministro Ricardo Barros.

“Nós temos um programa de vacinação permanente há muitos anos que já nos dá uma cobertura muito ampla em 19 estados. E nas áreas e estados que não tinham recomendação de vacina, nós estamos agora fazendo o bloqueio de casos efetivos de disseminação da febre amarela”.

 O Ministério da Saúde também prepara a rede pública para um possível foco de febre amarela em regiões onde a vacina não é recomendada. A estratégia inclui o fracionamento de doses da vacina para bloqueio da doença. A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, explica esse fracionamento.

“Nós estamos falando em fracionamento. Que quer dizer isso? Ao invés do vacinador puxar para dentro da seringa 0,5ml, ele vai colocar a 0,1ml. Então a composição da vacina, a diluição da vacina, continua a mesma. Comparando a dose fracionada com a dose padrão, os estudos demonstraram que ela mantém a mesma quantidade de anticorpos no organismo”.

A medida de fracionamento só vai acontecer caso haja expansão da febre amarela para regiões metropolitanas. Inicialmente, o treinamento das equipes de saúde e preparação da rede para o fracionamento e bloqueio ocorrerá em três estados: Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo, que são regiões onde não há recomendação de vacinação, mas que, numa mudança do atual cenário da doença, poderiam ser atingidas. Para mais informações acessewww.saude.gov.br.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE