Barbacena promove caminhada e manifestações culturais no Dia Nacional da Luta Antimanicomial
22/05/2018 10:21 em Novidades

Uma caminhada de conscientização temática no centro da cidade saindo da Praça do Rosário, com destino á Praça dos Andradas, diversas manifestações culturais marcaram o Dia Nacional da Luta Antimanicomial comemorado na última sexta-feira, dia 18 de maio. A data é um símbolo da reforma psiquiátrica e evolução no tratamento dos transtornos.

A caminhada foi acompanhada por uma escola de samba, que elaborou, junto com as equipes de saúde mental, um samba-enredo especial para comemorar a data.

A mobilização contou com a participação dos usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), Centro de Convivência, residências terapêuticas, enfermeiros, técnicos, familiares, além de funcionários com envolvimento na área de saúde mental.

De acordo com a coordenadora da Saúde Mental de Barbacena, Flávia Vasques, o movimento nas ruas na última sexta-feira, dia 18 de maio, foi muito importante para a equipe da área de saúde mental, “porque há 20 anos a gente vem nas ruas dizendo para as pessoas que são possíveis mudar a forma de cuidados dos usuários de saúde mental, que é preciso tratar no território com liberdade. A gente vem marcando esse momento anualmente nesta data, exatamente com esse propósito de divulgar, mostrar para a sociedade que é possível realizar um trabalho assim”, disse a coordenadora. Para a Referencia Técnica de Saúde Mental da Superintendência Regional de Saúde de Barbacena, Ana Carolina Macedo de Araújo Rocha, “a mobilização realizada teve uma importância enorme para a nossa cidade, justamente porque é o momento onde a gente levou para as ruas de Barbacena a nossa luta que é para um tratamento em liberdade, para que exista uma política pública de saúde que seja favorável a esse processo de vida, que é da luta antimanicomial”.

Sobre o movimento

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial foi instituído, em 1987, após profissionais da saúde mental, cansados do tratamento desumano e cruel dado a usuários do sistema de saúde mental, organizaram o primeiro manifesto público a favor da extinção dos manicômios durante o II Congresso Nacional de Trabalhadores da Saúde Mental realizado em 1987, na cidade de Bauru (SP).

Naquela manifestação, nasceu o Movimento Antimanicomial. O objetivo é mostrar para a sociedade a luta pelos direitos das pessoas em sofrimento mental e a sua importância, contra a exclusão dos usuários.

O evento teve a promoção da Prefeitura de Barbacena, através da Secretaria Municipal de Saúde e Programas Sociais (Sesaps) e a Coordenação de Saúde Mental.

Por Darcy Emídio Globo Barbacena

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE